A Chama da Ascensão

pesquisar

 
Quinta-feira, 27 / 06 / 19

Almirante Thomas Wilson e os dctos sobre engª reversa de UFOs feita por empresas PRIVADAS ~ Michael E. Salla



Almirante Thomas R. Wilson Vazou documento de Engenharia Reversa das Tecnologias de UFO recuperado por uma grande empresa do Complexo Militar Industrial

Por Michael E. Salla 

Parte 3

Fonte:  https://www.exopolitics.org/.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

 
.
 
 
 
Há várias conclusões importantes dos esforços fracassados ​​do almirante Thomas R. Wilson para aprender e conseguir acesso a um programa de reversão de tecnologia de UFO classificado que envolve uma grande empresa do Complexo Militar Industrial, num esforço corporativo clandestino para reverter a engenharia de uma espaçonave extraterrestre recuperada como descrito no documento de 15 páginas vazado recebido por Grant Cameron. em novembro de 2018, e carregado para a internet em 19 de abril de 2019.



Primeiro, o fracasso de Wilson em obter acesso ao programa classificado de OVNIs descrito nas partes um e dois  desta série confirma uma das principais alegações do Dr. Steven Greer de que altos oficiais militares estão fora do circuito quando se trata de OVNIs, apesar da óbvia segurança nacional. implicações que eles carregam. A “lista de intolerantes” mencionada por Wilson em sua conversa com o Dr. Eric Davis sobre quem recebeu o acesso à “necessidade de saber” foi dominada por funcionários corporativos, com apenas alguns funcionários do Pentágono sendo informados, e ninguém da Poderes Executivo e Legislativo do governo.
Isto é muito surpreendente, dadas as claras implicações de segurança nacional sobre os OVNIs, devido às tecnologias avançadas que eles possuem, e a possibilidade de que estes possam ser ou tenham sido armados por nações estrangeiras. Alguns anos depois, essa foi a justificativa para a criação do Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP) em 2007, com um financiamento do Congresso de orçamento de US$ 22 milhões.  Significativamente, algumas das principais figuras envolvidas no briefing de Wilson UFO, por exemplo, Dr. Eric Davis, também estiveram envolvidas no programa AATIP .

Uma segunda conclusão é que as corporações receberam uma quantidade excessiva de poder quando decidiram quem ganha acesso à categoria de SAPs não reconhecidos / dispensados ​​que envolvia o estudo das tecnologias extraterrestres recuperadas. O “comitê de observação” corporativo descrito na segunda parte , recusou sem rodeios o pedido de acesso de Wilson.
O que realmente surpreendeu o almirante Wilson, porém, foi que o Grupo de Avaliação Sênior do Pentágono que dirigiu o Comitê de Supervisão do Programa de Acesso Especial (SAPOC) também recusou seu pedido de acesso, apesar dele ser Diretor Adjunto do DIA e Vice-Diretor de Inteligência (V-J2) para o Estado-Maior Conjunto. Tudo isso é muito revelador sobre o poder das corporações quando se trata de quem realmente é responsável pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias relacionadas com extraterrestres.
Outra conclusão é que o testemunho do almirante Wilson fornece suporte poderoso para a existência de um grupo secreto de controle, uma cabala de segredos sobre UFOs e extraterrestres que executa projetos relacionados a tecnologia e espaçonaves extraterrestres de uma maneira que escapa ao governo convencional e à supervisão militar. Documentos vazados que remontam desde setembro de 1947 referem-se a esse grupo de controle como Operação Majestic-12 / MAJIC-12 / MJ-12 {embrião original de um governo paralelo, que ao longo do tempo se transformou no DEEP STATE}.
As experiências do almirante Wilson nos dizem que o grupo de controle de UFOs e extraterrestres é muito real e exerce grande poder por meio de sua capacidade de restringir o acesso à “necessidade de saber” a quem escolhe, independentemente dos deveres e posições apoiados constitucionalmente pelo funcionário com cargo público. Embora se saiba há muito tempo que os presidentes dos Estados Unidos e membros do Congresso foram rotineiramente excluídos do circuito de tais projetos relacionados a UFOs e extraterrestres, não se sabia que isso estava ocorrendo com altos funcionários do Pentágono até o briefing de 1997 em Wilson.


MAJESTIC12-MJ12-OS-DOZE-PRIMEIROS-MEMBROS
Quarto, quem vazou para o documento de 15 páginas para o pesquisador de ufologia Grant Cameron em novembro de 2018? Foi um ou mais “White Hats” {Chapéus Brancos ex funcionários de agências de inteligência aposentados} querendo que o processo de divulgação para o público avançasse ao vazar um dos mais importantes documentos sobre UFOs a emergir publicamente, conforme contado pelo historiador de OVNIs Richard Dolan, descrevendo-o como o “ vazamento de OVNIs da história” ? Alternativamente, foi a parte que vazou de um ponto de encontro limitado promovendo a iniciativa To The Stars Academy de Tom DeLonge através do envolvimento de figuras como o Dr. Eric Davis, como sustentado por Kerry Cassidy do Projeto Camelot?
Dolan abordou estas questões em um post no blog (insert video) publicado em 15 de junho. Ele apontou que a fonte de Cameron para o documento é um entusiasta australiano de espaço / OVNIS, James Rigney. Em uma seção de Perguntas e Respostas com Dolan, Rigby escreveu :
“É improvável que esses documentos encontrassem seu caminho para qualquer um dentro da comunidade OVNI, não fosse pelo fato de que, por muitos anos, eu fui muito ativo na comunidade ‘Espaço’, pertencendo a uma organização na Austrália e fazendo frequentes viagens para os EUA para participar de conferências e outros eventos. Ao longo dos anos tive a sorte de fazer amizade nos EUA com várias pessoas nos EUA que sabiam do meu interesse, conhecimento e abordagem credível ao fenômeno UFO / UAP, bem como meu envolvimento passivo e ocasional na comunidade ufológica. Os eventos que me levaram a obter os documentos foram estranhamente o resultado dessa estranha e improvável interseção entre os campos geralmente incompatíveis de Espaço e UFOs….  “.  Ao longo de um par de anos, ganhei a confiança dessas pessoas a ponto de ser convidado a examinar alguns documentos, copiar o que eu queria e colocá-los nas mãos certas, se achasse apropriado. Certamente não houve discussões intrigantes ou do tipo “cortina de fumaça” na época.
Digby estava aqui confirmando que a fonte original do documento era um indivíduo conectado à comunidade do Espacial dos EUA que lhe forneceu o documento alguns anos atrás. Há uma crescente especulação de que o documento de 15 páginas vazado veio dos arquivos do falecido astronauta Edgar Mitchell, do projeto Apollo. Se sim, quem deu o documento a Mitchell? A fonte mais provável é que o Dr. Davis deu seu papel direto ao registrar / resumir o encontro com o almirante Wilson, mas, como mencionado na parte 1 , Davis não fez comentários sobre o documento de 15 páginas quando eu o contatei por e-mail.
O rastreamento da fonte principal do documento que vazou é muito relevante, dadas as circunstâncias atuais que envolvem tópicos relacionados ao espaço e UFOs. O fato de o documento de 15 páginas ter sido carregado na web publicamente em 19 de abril é significativo, dado o recente interesse público sobre os pilotos da Marinha relatando incidentes com OVNIs e a criação de uma Força Espacial, como uma nova ramificação das forças armadas dos EUA, o que me leva à minha última conclusão. 


Finalmente, os três funcionários da corporação no “comitê de observação” que negaram acesso ao programa de classificados ao almirante Thomas Wilson, afirmaram que a engenharia reversa do veículo extraterrestre era muito lenta, e pouco progresso havia sido feito ao longo dos anos. Eles estavam dizendo a verdade ou fornecendo uma história de cobertura para tecnologias extraterrestres de engenharia reversa desenvolvidas com sucesso, que tinham sido secretamente implantadas em um programa espacial secreto das empresas do Complexo MIlitar Industrial que foi mantido longe dos olhos curiosos do DIA, Joint Chiefs of Staff e do próprio governo formal dos EUA?
No livro US Air Force Secret Space Program: Shifting Extraterrestrial Alliances & Space Force, descrevo como veículos antigravitacionais de tamanhos e formas diferentes foram projetados com sucesso por empresas contratadas, incluindo a divisão Skunkworks da Lockheed Martin, e começaram a ser implantados nos anos 1970 e 1980 pela USAF. Isso sugere que há muitos SAPs {Programas de Acesso Especial} não reconhecidos que envolvem a pesquisa, o desenvolvimento e a implantação de espaçonaves antigravitacionais por diferentes serviços militares e empresas PRIVADAS contratadas.

Não há indicação no documento de 15 páginas que vazou sobre se o almirante Wilson estava ciente dos programas espaciais secretos executados pela USAF e pela Marinha dos EUA. Ele apenas expressou sua surpresa que o programa de OVNIs que Steven Greer e Edgar Mitchell apontaram para ele, o qual ele não sabia, envolvia uma espaçonave extraterrestre recuperada.
É bem possível que Wilson tivesse conhecimento de programas espaciais executados por militares, mas simplesmente não havia sido informado sobre o programa específico de engenharia reversa que estava sendo executado pela empresa corporativa para fins desconhecidos, um dos quais envolvia um programa espacial secreto corporativo.
Talvez não seja coincidência que a transcrição vazada e o resumo das conversas do Almirante Wilson e do Dr. Davis em 2002 emerge quando uma Força Espacial está prestes a ser formalmente lançada. O Congresso dos EUA está preparado para aprovar uma legislação autorizando a criação da Força Espacial como um ramo separado dos militares dos EUA sob a autoridade do Departamento da Força Aérea dos EUA.
surgimento da Força Espacial irá abordar muitas das questões levantadas pela investigação do almirante Wilson sobre o programa de engenharia reversa corporativa em 1997, e a construção secreta de espaçonaves com sistemas de propulsão antigravitacional por vários empreiteiros corporativos para os militares dos EUA ou outros clientes desconhecidos.


A Força Espacial também fornecerá uma poderosa base institucional para revelar muitos segredos relacionados à tecnologia antigravidade já desenvolvida, vida alienígena, engenharia reversa de tecnologias extraterrestres e programas espaciais secretos. O vazamento da conversa de Wilson Davis vem em um momento propício para o processo de divulgação avançar, e a Força Espacial é o catalisador institucional mais provável para que tudo seja revelado.
 
© Michael E. Salla, Ph.D.

 
 
A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):   “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. 
“Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


 
 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 
 


Atualização diária.

Free counters!

 


 
 
 
 
geoglobe1

 


 
publicado por achama às 06:19
Quinta-feira, 27 / 06 / 19

Divulgação: Trump e o Congresso sabem sobre OVNIs vistos por pilotos da Marinha dos EUA ~ Michael Salla.



Divulgação: 

Trump e o Congresso foram informados sobre avistamentos de UFOs por pilotos da Marinha dos EUA. 

 A conexão com a Força Espacial .

Por Michael E. Salla 

Fonte:  https://www.exopolitics.org/.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

 
 
.
 
 
 
O Presidente Trump e membros (senadores e deputados) do Congresso dos EUA receberam recentemente informações sobre os avistamentos de OVNIs pelos pilotos da Marinha dos EUA. Quando combinado com o  reconhecimento do Pentágono de que havia criado um programa secreto para estudar o fenômeno OVNIs de 2007 a 2012 com financiamento do Congresso, os briefings estão levando a especulações crescentes sobre se estamos à beira da revelação oficial sobre a existência dos OVNIs e sua verdadeira origem extraterrestre.
 
 
O Presidente Trump e membros (senadores e deputados) do Congresso dos EUA receberam recentemente informações sobre os avistamentos de OVNIs pelos pilotos da Marinha dos EUA. Quando combinado com o reconhecimento do Pentágono de que havia criado um programa secreto para estudar os OVNIs de 2007 a 2012 com financiamento do Congresso, os briefings estão levando a especulações crescentes sobre se estamos à beira da revelação oficial sobre a existência dos OVNIs e sua verdadeira origem extraterrestre.
Além disso, os briefings estão ocorrendo ao mesmo tempo em que a legislação para a criação de uma {“nova”} Força Espacial está progredindo regularmente no Congresso dos EUA. Isso levanta a questão intrigante de se Trump e os membros do Congresso disseram que a Força Espacial é necessária para lidar com OVNIs sendo avistados pelos pilotos da Marinha que estão sendo vistos pelo Pentágono como uma ameaça em potencial à segurança dos EUA e planetária.
Em uma entrevista ao apresentador da ABC, George Stephanopoulos, o presidente Donald Trump admitiu que recebeu uma informação sobre avistamentos de OVNIs por pilotos da Marinha dos EUA que ocorreram em 2004 e 2015. Em uma reportagem de 15 de junho intitulada “Trump informou sobre avistamentos de OVNIs da Marinha”.  Matthew Choi, do Politico, escreveu sobre o que Trump disse a Stephanopoulos :
“Eu quero que eles digam o que pensam”, disse Trump sobre os pilotos da Marinha. “Eu tive uma reunião muito breve sobre isso. Mas as pessoas estão dizendo que estão vendo OVNIs. Eu acredito nisso? Não particularmente.”
Trump estava aqui reconhecendo que ele não acredita em OVNIs, que tem a conotação de ser uma espaçonave  extraterrestre pilotada por aliens. Lendo nas entrelinhas aqui, Trump está insinuando que o que os pilotos da marinha viram não eram OVNIs, mas algo mais que isso e ele e o Pentágono sabiam qual {de QUEM era as espaçonaves} era a resposta.
Quando perguntado se ele sabia de uma conexão extraterrestre com os avistamentos, ele disse a Stephanopoulos :
“Eu acho que nossos grandes pilotos saberiam. E alguns deles vêem as coisas um pouco diferentes do passado. … Estamos observando {o fenômeno} e você será o primeiro a saber. ”
Trump parecia estar se desviando do que ele realmente sabe sobre a conexão alienígena, mas uma coisa que ele enfatizou foi que sua administração está prestando atenção ao que os pilotos da Marinha têm relatado. Mais uma vez, lendo nas entrelinhas, Trump está dizendo que sua administração está ativamente buscando respostas para o fenômeno UFO, e quando ele descobrir, ele irá retransmiti-lo para Stephanopoulos e o público em geral.
Poucos dias depois, em 19 de junho, o Politico publicou uma matéria na qual discutiu três senadores dos EUA que também haviam recebido informações confidenciais sobre os avistamentos de OVNIs por pilotos da Marinha.  Em “Senadores informados sobre avistamentos de OVNIs da Marinha”, Bryan Bender escreveu:
“Mais três senadores dos EUA receberam na quarta-feira um relatório secreto do Pentágono sobre uma série de encontros da Marinha com aeronaves não identificadas, segundo autoridades do Congresso e militares – parte de um número crescente de solicitações de membros de comitês de supervisão”.
Um deles foi o senador Mark Warner (D-Va.), Vice-presidente do Comitê de Inteligência do Senado, cujo escritório confirmou o briefing para o POLITICO.
 “Se os pilotos navais estão enfrentando uma interferência inexplicável no ar, essa é uma preocupação de segurança que a senador Warner acredita que precisamos chegar ao fundo”, disse sua porta-voz, Rachel Cohen, em um comunicado.
Justificar seu interesse pelos avistamentos da Marinha como uma “preocupação de segurança” é uma forma {sempre} conveniente para os membros do Congresso se interessarem ativamente pelos relatos de OVNIs, que sempre foram “oficialmente” rejeitados e ridicularizados por décadas. Esta política oficial remonta a 1953, quando um painel de cientistas patrocinados pela CIA fez um relatório sobre avistamentos de OVNIs que recomendavam um programa de educação pública para demitir e ridicularizar os avistamentos de OVNIs (por causa dos discos voadores) por motivos de segurança nacional.
Espaçonave {semelhante ao projeto nazista Haunebu III} dos EUA flagrada aterrissando em base no N. México. Símbolo da USAF esta presente no casco. Parece que estão criando a Força Espacial para justificar “algo” que já existe:
Desde então, os avistamentos de OVNIs foram relatados pela “grande mídia mainstream” de uma forma que muitas vezes zomba e ridiculariza o assunto {de acordo com a agenda do acobertamento}. O que é muito incomum hoje é que os pilotos da Marinha na ativa recebem permissão para falar sobre seus avistamentos, e a mesma “grande mídia mainstream”  agora está prestando atenção e publicando artigos sem nenhum fator de ridicularização., parece que algo mudou NA NOVA ABORDAGEM DOS VEÍCULOS DE (DES)INFORMAÇÃO.
Isso é amplamente demonstrado nas muitas notícias que apareceram depois que o ícone da mídia mainstream controlada, o New York Times e o Politico publicaram artigos simultâneos sobre os avistamentos de OVNIs dos pilotos da Marinha em 16 de dezembro de 2017. Ambos os jornais discutiram os avistamentos dos OVNIs dos pilotos, vídeos vazados dos OVNIs registrados pelos seus instrumentos de voo, e a conexão dos avistamentos ao estabelecimento do Programa de Identificação de Ameaças Avançadas de Aeronaves (AATIP) em 2007, com um financiamento do Congresso de US$ 22 milhões.
Tudo isso coincide com a recente criação e formação de uma Força Espacial como um sexto ramo das forças armadas dos EUA, que está sendo debatida atualmente por ambas as casas do Congresso. Nas últimas semanas, dois comitês de defesa do Congresso aprovaram a aprovação de leis que autorizam a criação da Força Espacial. Levará mais um mês ou dois para que a Câmara dos Representantes e o Senado passem seus respectivos projetos de lei e, então, resolvam as “diferenças de idioma” e prioridades entre as duas versões para sua inclusão na Lei de Autorização de Defesa Nacional já para 2020.
Uma coisa está se tornando muito clara, a nova Força Espacial desfruta de apoio bipartidário genuíno em ambas as casas do Congresso, e isso parece ser um resultado da mídia atual e do interesse do Congresso em OVNIs gerados por relatórios de avistamentos por pilotos da Marinha e a divulgações do Pentágono sobre seu programa AATIP. O senador Warner, um democrata, foi informado por seus assessores do Pentágono que os OVNIs avistados pelos pilotos eram uma ameaça desconhecida, e é por isso que a Força Espacial é AGORA necessária?
Algumas semanas antes, o senador Ted Cruz falou sobre a Força Espacial ser necessária para lidar com “piratas espaciais”, sem especificar QUEM seriam os piratas. Ele não estava falando de visitantes extraterrestres, mas de elementos desonestos de diferentes países ou corporações que poderiam desafiar a supremacia americana no espaço.
Não é coincidência que os membros do Congresso estejam sendo informados sobre os relatórios de avistamentos de OVNIs pelos pilotos da Marinha que levaram o Pentágono a estabelecer seu programa AATIP em 2007. Eles estão sendo informados de que os UFOs são uma ameaça desconhecida, ao mesmo tempo que a administração Trump e o o Pentágono está pressionando pelo estabelecimento da Força Espacial.
É amplamente esperado que a Força Espacial seja oficialmente criada sob o controle do Departamento da Força Aérea (USAF) em 2020, espelhando a relação entre o Departamento da Marinha e o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. Após seu lançamento oficial, o “palco do circo” será montado para a Força Aérea (finalmente) revelar as tecnologias espaciais secretas que ele tem secretamente desenvolvido há décadas em um programa espacial secreto, que é descrito em detalhes em meu livro recém-lançado, US Air Force Secret Space Program: Extraterrestrial Alliances and Space Force  (Programa Espacial Secreto da Força Aérea dos EUA. : Alianças Extraterrestres e Força Espacial ).

A Divulgação oficial é susceptível de se desdobrar em diferentes fases. A primeira será que os muitos avistamentos de OVNIs envolvem tecnologias classificadas desenvolvidas pela USAF, juntamente com tecnologias aeroespaciais similares desenvolvidas pela Rússia e pela China e outros países. A divulgação da existência de um programa espacial secreto da Força Aérea será uma ótima maneira de surpreender o público americano com notícias sobre os veículos antigravitacionais de diferentes tamanhos e formas que foram percebidos sobrevoando os céus do planeta durante as últimas décadas.
A segunda etapa da divulgação provavelmente envolve anúncios futuros envolvendo a captura de espaçonaves alienígenas e a engenharia reversa de tecnologias não-terrestres que datam da década de 1940 (data válida para os EUA, pois os nazistas já estavam recebendo ajuda extraterrestre antes desta data), como também descrito no livro  US Air Force Secret Space Program: Extraterrestrial Alliances and Space Force .
Um sinal claro do que está por vir é um documento vazado sobre o vice-almirante Thomas Wilson, ex-diretor da Agência de Inteligência de Defesa-DIA, a quem foi negado em 1997 o acesso a um programa executado por um dos grandes conglomerados do Complexo Militar Industrial envolvendo engenharia reversa de espaçonaves e tecnologias avançadas não humanas, isto desde a década de 1940.
O documento vazado identifica vários cientistas e ex-oficiais militares que poderiam ser convocados perante o Congresso para testemunhar sobre seu conhecimento de tal programa de engenharia reversa. De fato, o oficial do Pentágono encarregado do programa AATIP de 2007 a 2017, Luis Elizondo, deu uma entrevista em Tucker Carlson em 31 de maio, admitindo que algumas tecnologias extraterrestres haviam sido recuperadas e estavam sendo estudadas pelo governo dos EUA.
Carlson: Você acredita, com base em seu tempo de serviço de uma década no governo dos EUA nesta questão, que o governo dos EUA tem em seu poder algum material de uma dessas aeronaves?
Elizondo: eu digo que Sim.
Carlson: Você acha que o governo dos EUA tem fragmentos de um OVNI em sua posse agora?
Elizondo: Infelizmente Tucker, eu realmente tenho que tomar cuidado com o meu Acordo de Não-Divulgação da NDA, eu realmente não posso entrar em muito mais detalhes do que isso…
Carlson: Tudo bem.
Elizondo: Mas, ah, simplesmente, SIM.
Isso estabeleceria um meio pelo qual o Pentágono e a Administração Trump poderiam revelar como as tecnologias não-terrestres recuperadas foram usadas para a pesquisa e desenvolvimento de tecnologias aeroespaciais avançadas usando antigravidade, campo de torção e outros sistemas de propulsão exóticos desenvolvidos pela USAF {que com base nesses processos, já desenvolveu secretamente e possui uma frota de espaçonaves com propulsão antigravidade operando em todo o sistema solar e além, de acordo com o insider informante deste programa secreto, Corey Goode}.
Finalmente, depois que a Força Espacial foi criada e seu arsenal de espaçonaves antigravitacionais herdadas da USAF for revelado publicamente, a verdade sobre alguns dos extraterrestres que atualmente visitam nosso mundo poderá final e oficialmente ser anunciada. A divulgação OFICIAL da existência de extraterrestres pode ser feita de uma forma que não prejudique a “confiança pública” sobre o governo dos EUA e de outros governos nacionais, sendo capazes de defender suas populações contra quaisquer possíveis ações extraterrestres hostis.
A AGORA ampla atenção da mídia (controlada) mainstream dada aos relatórios de avistamentos de UFOs pelos pilotos da Marinha dos EUA, a associação dos OVNIs com o programa AATIP e a aprovação pelos congressistas da legislação que estabelece a Força Espacial são sinais seguros de que as grandes DIVULGAÇÕES estão por vir à tona em breve.
 
© Michael E. Salla, Ph.D.


 
 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 
 


Atualização diária.

Free counters!

 


 
 
 
 
geoglobe1

 


 
publicado por achama às 05:38
Segunda-feira, 17 / 06 / 19

Surgem doctos que comprovam recuperação de espaçonaves extraterrestres pelos EUA ~ Michael E. Salla



Documento bombástico confirma que o almirante da Marinha teve acesso negado ao programa de recuperação de UFOs/OVNIs acidentados e sua engenharia reversa.

Por Michael E. Salla 

Fonte:  https://www.exopolitics.org/.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

 
 
.
 
 
 
 
 

 
A transcrição de uma conversa entre um vice-almirante da Marinha dos EUA e um importante cientista discutindo uma tentativa fracassada do militar de obter acesso a um programa altamente sigiloso envolvendo uma espaçonave extraterrestre acidentada foi recentemente divulgada online. A conversa ocorreu em 16 de outubro de 2002 e envolveu o diretor aposentado da Agência de Inteligência de Defesa (DIA), o vice-almirante Thomas Wilson, falando com o cientista Dr. Eric W. Davis, um acadêmico trabalhando na viabilidade de sistemas de propulsão exóticos {eufemismo para extraterrestre} com a EarthTech International { fundada por Harold E. Puthoff } empresa de tecnologia avançada estabelecida em Austin, Texas.

 
 
No documento de 15 páginas que inclui a transcrição, notas resumidas e uma carta que a acompanha, Davis descreve o que o almirante Wilson lhe contou sobre um “briefing” de 10 de abril de 1997 onde ele (Wilson) recebeu informações do ex-astronauta da Apollo Dr. Edgar Mitchell e Dr. Steven. Greer (fundador do Disclosure Project) sobre um programa de OVNIs classificado sobre o qual eles tinham informação de código. Na época, Wilson era um contra-almirante (classe elevada), Diretor Adjunto da Agência de Inteligência da Defesa (DIA); e Vice-Diretor de Inteligência (VJ2), para o Estado-Maior Conjunto, cargo que ocupou de novembro de 1994 a setembro de 1997.
Quando Wilson perguntou sobre a existência do programa a partir de um órgão regulador criado para Programas de Acesso Especial, ele descobriu que envolvia um esforço corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento envolvendo uma nave extraterrestre recuperada, mas o acesso lhe foi negado por três funcionários corporativos que trabalhavam para um grande empreiteiro {do Complexo Industrial Militar} aeroespacial dos EUA.
Queda de UFO em Roswell, no Novo México, caso mais rumoroso de resgate de um UFO acidentado e corpos de extraterrestres
O briefing de 1997 foi discutido publicamente pela primeira vez por Greer e sua associada Shari Adamiak apenas um mês depois de ter ocorrido e foi corroborado por Mitchell mais de uma década depois. Em uma entrevista em maio de 1997 com Art Bell, do programa de rádio AM Coast to Coast,  Greer disse:
O Joint Chiefs of staff que eu informei enquanto estava em Washington há um mês atrás … Depois que ele olhou tudo isso e ouviu a testemunha, ele se virou para nós e disse: ‘Bem, eu não tenho dúvidas de que isso é verdade, mas eu estou horrorizado que eu não sabia disso … Por causa da sua posição. è muito, muito sênior … Eu não posso dizer quem era, mas uma posição muito, muito sênior … E então eles começam a se entender bem: ‘Quem diabos sabe sobre isso, o que está acontecendo aqui?’ E então eles se assustaram [ed].
Anos mais tarde, Greer divulgou um documento do National Reconnaissance Office { NRO – O Escritório Nacional de Reconhecimento é uma agência de inteligência estadunidense que projeta, constrói e opera os satélites espiões do governo dos Estados Unidos, e fornece informações por satélite para várias agências do governo}, contendo palavras de código e locais que desencadearam a tentativa fracassada de Wilson de obter acesso ao programa secreto de OVNIs. Em um workshop, Greer explicou o conteúdo do documento da NRO e o que aconteceu quando o almirante Wilson o investigou:
“É o documento do National Reconnaissance Office. … ..A razão é importante não tanto pelo seu conteúdo…… .. Tome nota da lista de distribuição, por favor. … .. …… .Blue Fire ’, que é um codinome, 1991, Commander’s Net, Royal Op’s, Cosmic Op… então, autorização cósmica… você já ouviu falar disso? Não é um mito. É real. Maj Op, MAJI … É o MAJIC Op. Ele passa por um monte deles … Nellis Division{Área-51}, todos esses números de código e você tem algumas coisas realmente interessantes. … Este documento secreto foi para o almirante [almirante Tom Wilson] antes de nossa reunião, e ele realmente reconheceu uma dessas entidades e fez uma investigação, e ela estava sendo administrada por um empreiteiro de defesa. … .. E o empreiteiro… um desses empreiteiros corporativos {os grandes conglomerados aeroespaciais e de fabricação de armas, chamado de Complexo Industrial Militar}… quando ele os chamou, ele disse para eles: “Eu sou o almirante Tom Wilson… na época ele era o chefe da Inteligência do Estado-Maior Conjunto… Eu quero ler este projeto. ”Adivinha o que aconteceu? Eles disseram: “Senhor, você não precisa saber disso“. Ele é o cara {o almirante Tom Wilson} que deveria dar as informações secretas para o Estado-Maior Conjunto do governo dos Estados Unidos. Foi-lhe dito: ‘Você não precisa saber disso‘ … e o almirante Wilson disse: ‘Porra, se eu não posso saber, quem pode?’ Eles disseram: ‘Senhor, não podemos discutir mais isso com o senhor’, e eles desligaram e bloquearam sua linha. Isso tudo aconteceu antes da reunião de stand-up que eu fiz para ele com Edgar Mitchell … 6º astronauta a andar na lua … eu, meu conselheiro militar, e algumas outras pessoas nos encontramos com o almirante Tom Wilson no que chamamos de “stand-up” ‘briefing. Eu estava fazendo a apresentação. Era para ser de 45 minutos.


Em 2007, Mitchell começou a confirmar publicamente que o briefing havia realmente ocorrido, corroborando o que Greer havia revelado uma década antes.
Uma cronologia detalhada de artigos e entrevistas referentes ao briefing de Wilson de 1997 é fornecida pelo pesquisador croata de OVNIs Giuliano Marinkovic .
A transcrição da conversa de 2002 entre Wilson e Davis foi discutida pela primeira vez em entrevistas de rádio dos pesquisadores UFO Grant Cameron e Richard Dolan em dezembro de 2018. Cameron disse que recebeu o documento de 15 páginas, que ele compartilhou com Michael W. Hall. Juiz do Tribunal Superior. Hall deu várias entrevistas em março de 2019, discutindo as origens e autenticidade do documento.
Cameron, Dolan e Hall acreditam que o documento é autêntico, e sua consistência com o que Greer e Mitchell haviam revelado anteriormente aponta para isso. Entrei em contato com o Dr. Eric Davis para comentar a autenticidade do documento e ele respondeu dizendo: “Não tenho comentários sobre isso.” Se o documento era uma farsa, não vejo motivo para que o Dr. Davis não o tivesse dito.
Tudo isso me leva a concluir que o documento é uma autêntica transcrição do que o Dr. Davis e o Almirante Wilson discutiram em 2002 sobre a reunião de abril de 1997 e a investigação subsequente de Wilson. A transcrição foi lançada recentemente on-line e está disponível para visualização pública .


A transcrição, as notas sumárias e a carta anexa fornecem apoio documental convincente de que o briefing de 1997 ocorreu, exatamente como Greer e Mitchell relataram até duas décadas antes. É importante ressaltar que as notas confirmam uma das maiores alegações de Greer, segundo a qual ele estava regularmente informando altos funcionários da administração Clinton sobre o encobrimento dos OVNIs – algo que muitos pesquisadores ufológicos haviam anteriormente descartado ou ridicularizado.
A transcrição fornece uma visão fascinante de como um almirante da Marinha dos EUA que era Vice-Diretor de Inteligência (VJ2), teve negado o acesso por funcionários privados de grandes corporações a um programa classificado de OVNIs, que ele acreditava firmemente ser seu campo de responsabilidade.
O briefing e a investigação mal sucedida não afetaram negativamente a carreira de Wilson. Dois anos depois, em maio de 1999, Wilson foi promovido a vice-almirante e se tornou o 13º Director da Agência de Inteligência de Defesa (DIA), uma posição em que ele serviu até Julho de 2002. Três meses depois de sua aposentadoria, Wilson se encontrou com Davis para discutir a reunião de 1997 e suas conseqüências. Na transcrição, aprendemos sobre a perspectiva de Wilson sobre o que aconteceu.
Presumivelmente, a gravação e transcrição da conversa de Wilson e Davis foram destinadas a uma pequena audiência na EarthTech International , fundada pelo Dr. Hal Puthoff, que estudava sistemas de propulsão exóticos {um eufemismo para EXTRATERRESTRE}, e liberava estudos de viabilidade deles para cientistas e periódicos interessados.
Em 2009, Davis e EarthTech incluíram alguns desses estudos de viabilidade de propulsão exótica como Documentos de Referência de Inteligência de Defesa, dois dos quais vazaram pela primeira vez on-line em dezembro de 2017 por Corey Goode, que disse que uma fonte confidencial do DIA deu a eles.
Na transcrição, Davis (EWD) descreve como Wilson (TW) começou confirmando que a reunião de abril de 1997 ocorreu e envolveu Greer, Mitchell e o Comandante da Reserva Naval dos EUA, Willard H. Miller, que era o principal assessor militar de Greer.


Miller desempenhou um papel fundamental nos vários “briefings sobre OVNIs” que Greer deu a altos funcionários e políticos durante o governo Clinton:
TW: Confirmado Greer / Miller / Mitchell deu palestra na sala de conferências do Pentágono. O almirante Mike Crawford, o general Pat Hughes (seu chefe Hughes) estavam presentes (outros também.) Data de abril “97. (Ed Mitchell disse 4/9/947.) Depois que o grupo se separou, Miller / Wilson conversou (em particular) 2 horas sobre OVNIs, MJ-12, Roswell, UFOs acidentados / corpos alienígenas, etc. TW intrigado – sabia sobre inteligência nos EUA  / intel UFO perto de encontros – e encontros com govs estrangeiros. Registros vistos. Disse Miller. [ Transcrição / Resumo p. 1 ]
Wilson estava aqui reconhecendo que o diretor de serviço da Agência de Inteligência da Defesa (DIA), o tenente-general Pat Hughes, também participava da reunião. Depois que a reunião terminou, Miller e Wilson continuaram a discutir questões que haviam sido levantadas:
TW: Sim, Miller fez a pergunta sobre a cabala MJ-12 / UFO – UFO acidentado. Confirmado ele chamou Miller ca. final de junho de 97 e disse que ele / Miller estava certo – existe tal organização. [ Transcrição / Resumo p. 1 ]
Wilson estava aqui reconhecendo que depois de ser informado sobre a existência do programa de OVNIs classificados por Greer e Mitchell em abril de 1997, ele investigou a existência do programa, e descobriu que MJ-12 {referência ao Projeto Majestic-12} era real e que de fato havia uma cabala de segredo sobre OVNIs em execução e operações envolvendo resgate de UFOs/OVNIs acidentados. Isso explica por que o almirante Wilson mais tarde não conseguiu obter acesso ao programa UFO, como explicado mais tarde nas notas sumárias de Davis.
Em seguida, Miller contou a Greer e Mitchell sobre o que Wilson havia revelado a ele em junho de 1997, depois que ele [Wilson] não teve acesso ao programa classificado que Greer e Mitchell haviam lhe contado antes, em abril. O almirante Wilson [TW] ficou furioso porque Miller havia dito a Greer e Mitchel sobre o fracasso de Wilson em acessá-lo, como a transcrição de [EWD] de Davis deixa claro:
TW: Muito furioso – muito irritado com Miller (expressão facial tensa, voz irritada)
  • Confiança pessoal e profissional violada – especialmente entre colegas de inteligência / oficiais da Marinha
  • Há camaradagem da marinha entre os oficiais – fraternidade
  • Isso foi Violado e a confidencialidade
EWD: como?
TW: Miller disse a Greer sua conversa
  • Quem sabe para quem mais ele e Greer contaram.  (Nota do EWD – Miller disse a Ed Mitchell que me disse apenas em 1999)
O significado de tudo isso é que o almirante Wilson não queria que os detalhes do que ele aprendeu durante sua investigação do programa secreto que Greer e Mitchell haviam trazido à sua atenção pela primeira vez se tornassem públicos. Ao dizer a Greer, o comandante Miller, na opinião de Wilson, quebrou a confiança compartilhada entre os oficiais da inteligência naval para manter as informações confidenciais. É por isso que ele estava com tanta raiva.


No entanto, se não fosse Miller assumindo o risco que tinha, Greer e o mundo provavelmente não teriam sabido a verdade sobre o que aconteceu, e como os conglomerados aeroespaciais haviam deixado de lado Wilson e a inteligência naval norte-americana em detrimento de um programa de engenharia reversa de uma espaçonave extraterrestre acidentada.
Na segunda parte, vou rever o que o almirante Wilson disse ao dr. Davis sobre o programa secreto de recuperação de UFOs/OVNIs acidentados e o seu significado. A verdade sobre UFOs e extraterrestres parece, cada vez mais, estar vindo à tona em um movimento impossível de se refrear novamente!
© Michael E. Salla, Ph.D.
 

 
 
A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):   “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. 
“Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


artigo anterior - Todos os artigos





 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 
 


Atualização diária.

Free counters!

 


 
 
 
 
geoglobe1

 


 
publicado por achama às 22:37
Quarta-feira, 21 / 01 / 15

COBRA - 19.01.2015 -- Proteção

COBRA - 19.01.2015

Proteção

Portal 2012 

Por Cobra

 Tradução: Candido Pedro Jorge

 
 
Embora grande parte da grade escalar de plasma tenha sido removida após a abertura do portal IS:IS, uma parte significativa ainda permanece. A Fase de Ruptura não significa apenas arcos-íris e cometas bonitos. Estamos no meio de uma guerra oculta entre as Forças da Luz e as forças da escuridão.
 
 
A rede escalar de detecção de OVNIS cobre toda superfície do planeta e é ativada a partir de Long Island. Junte-se a nós todos os Domingos para a Meditação Semanal de Libertação Planetária. Juntos, podemos liberar nosso planeta. Mas temos de trabalhar juntos pela paz e harmonia (Veja mais sobre as meditações do domingo do COBRA Aqui)


Portanto, é de estrema importância que todas as pessoas tenham em conta a existência e o efeito da grade escalar de plasma e outras armas de energia que a cabala, sob a orientação do grupo chimera, usa para suprimir a consciência humana e para impedir a chegada da Luz. Aqui está um artigo relativamente bom sobre o assunto:


https://jhaines6.wordpress.com/2015/01/18/think-bigger-look-deeper-part-two-by-bradley-loves/


O Evento NÃO acontecerá até a grade de plasma escalar ser integralmente desativada.


Muitos Trabalhadores e Guerreiros da Luz são alvos primários de armas de energia dirigida, porque constituem ameaça à segurança primária para a atual matriz planetária de prisão e escravidão e seus manipuladores.


A primeira diretriz para a proteção de indivíduos alvos, é tentar manter um estado de equilíbrio e harmonia, em meio de todas suas atividades diárias. Isso significa aprender a dominar suas habilidades de gerenciamento de tempo e aprendizagem e prioridades e aprender quando dizer sim e quando dizer não, removendo todos os elementos tóxicos, situações e pessoas de suas vidas. Também é bom encontrar algum tempo, todos os dias, para caminhar na natureza e/ou em meditação para se reconectar com seu Eu Superior.

A Força é forte com EstE.

(Frase usada para indicar que alguém tem um grande poder.)

Fontes do Dragão comunicaram um protocolo de meditação de proteção eficaz. É recomendado utilizar este protocolo, uma ou algumas vezes por dia para manter este escudo protetor durante toda a fase da Ruptura para manter a frequência vibratória da Luz:


1. Relaxe seu corpo, mente e emoções, concentrando-se na sua respiração ou em qualquer outra forma que funcione para você.


2. Visualize um vórtice de Luz branca brilhante, emanado de seu chacra Estrela da Alma, descendo ao longo de seu corpo, girando no sentido horário e purificando os campos de energias de seus corpos: físico, plasmático, etérico, emocional e mental. Mantenha este vórtice, conectando-o à fonte de Luz universal, programando-o para manter todos os seus corpos energéticos purificados.


3. Visualize um escudo refletor, em forma de ovo semipermeável em torno do campo áurico de seus corpos: físico, plasmático, etérico, astral e mental. Este escudo refletor permite a entrada de todas as energias positivas para o seu campo de energia, entretanto reflete todas as energias negativas de volta à sua origem (retorno ao remetente). Programa este escudo refletor para alertar quando qualquer tipo de energia negativa for dirigido a você, deixando refleti-las de volta às suas origens.


4. Visualize esta Luz reorganizando todas as partes de si e todos os seus campos de energia de volta ao estado de equilíbrio e harmonia. Ao fazer isso poderá cantarolar o mantra OM, porque OM é o som primeiro da Luz e sua ressonância irá restaurar a harmonia de uma forma mais eficaz.



Se estiver sob forte ataque de plasma/escalar, o dispositivo chamado Violet Ray pode ajudá-lo. Aplicando a varinha em seu campo áurico, poderá remover o plasma negativo gerado pelo ataque escalar:


http://altered-states.net/barry/newsletter510/


O dispositivo Violet Ray/Darsonval é um dispositivo de bobina Tesla, que gera um campo plasmático positivo e transmuta o plasma negativo que foi gerado pela manipulação de ondas escalares.


Outro elemento decisivo nesta guerra oculta é afastar o máximo possível de pessoas para longe da escuridão, trazendo-as para a luz. Existem muitos membros no meio da gestão da cabala que estão fazendo ações escuras, porque são forçados a isso ou porque se veem sem outras opções, estando sob pressão financeira, física e psicológica, ou manipulação. São congressistas subornados, maçons de alto nível enganados, CEOs de empresas gananciosas, pilotos que operam drones assassinos, soldados que puxam o gatilho, equipes operacionais de armas escalares direcionais, fanáticos religiosos agindo com seus traumas em civis inocentes.


Esta mensagem codificada, foi comunicada a esses intermediários de uma certa fonte que deseja permanecer anônima:


"A pedra angular da pirâmide foi retirada. O olho que tudo vê foi forçado a se fechar e não mais o assiste. Agora está seguro para voltar à Luz do Amor. Tubal Cain".


Fontes do dragão têm sugerido uma meditação para trazer as almas dessas pessoas e muitas delas irão cruzar para a Luz, assim, efetivamente enfraquecendo a base de poder da cabala:


1. Relaxe seu corpo, mente e emoções, concentrando-se na sua respiração ou em qualquer outra forma que funcione para você.


2. Visualize um vórtice de Luz branca, brilhante, descendo do chacra Estrela da Alma de todos aqueles intermediários da cabala em seu campo de energia e sua personalidade, despertando-os para a realidade da Luz, orientando-os a se afastar da cabala, dando-lhes poder para se libertarem das trevas.


3. Visualize todos intermediários da cabala aderindo à rede planetária da Luz, colocando as armas de destruição e fraudes, aprendendo a cooperar e juntando-se à sociedade humana de uma forma construtiva.


Um dos maiores bloqueios psicológicos da cabala, é seu complexo de inferioridade, que tentam esconder e mascarar com todos que se vangloriam de "linhagens". A verdade inconveniente é que a linhagem Khazar, da cabala, tem origem no primitivo homem de Neanderthal, bruto, violento e menos inteligente, considerando que as massas humanas evoluíram do homem de Cro-Magnon, mais refinado, equilibrado e inteligente:


http://www.democratic-republicans.us/neanderthals-and-semites/










Por favor, entendam que, embora o artigo acima possa ser ideologicamente tendencioso, em sua maioria, consta de fatos científicos rígidos ainda vigentes. Basta inserir Khazarianos em vez de Semitas/Judeus quando lerem o artigo.


O Movimento de Resistência emitiu alguns avisos para o núcleo duro da cabala para parar de atacar os Guerreiros e Trabalhadores da Luz com armas de energia direcional escalares. Uma vez que estes avisos foram ignorados, a Resistência “lançou os cães” protocolos. Isso significa que a cabala já não pode mais interferir nos indivíduos da superfície terrestre que tenham boa vontade de agir em prol do planeta.


Isso também significa que a superfície do planeta de repente se tornou bastante insegura para os membros do núcleo da cabala. É por isso que Donald Rumsfeld vendeu sua casa e fugiu para o Novo México:


http://www.noodls.com/view/2448F46606DA1A61429CDD4439C188A8E6C52262?4722xxx1420968910


Joe Biden já teve um gosto desta nova situação.


http://starshipearththebigpicture.com/2015/01/18/interesting-coincidences/


O Movimento da Resistência comunicou que, se os ataques com armas de energia direcional não for parado, poderá acionar os protocolos para uma rápida prisão dos quatro profanos: Dick Cheney, Donald Rumsfeld, George HW Bush e Henry Kissinger.


Se esses protocolos forem acionados, terão um drástico efeito desestabilizador na situação geopolítica planetária, embora fosse acelerar o Evento, toda a transição seria muito mais caótica e violenta. A Resistência está bem ciente das conexões desses quatro profanos com o grupo chimera. A resistência está esperando que a sanidade prevaleça, de modo que medidas extremas ainda possam ser evitadas.

Numa nota mais positiva, o RR6 será ativado amanhã e durante esta ativação, a cauda de plasma do cometa Lovejoy passará pelas Plêiades, como visto da Terra. Este evento cósmico enviará uma onda de energia plasmática positiva para os Túneis de Set, ao redor da superfície do planeta, que será o gatilho para sua transformação. Sumariamente, podemos esperar muita atividade das forças da luz na semana que vem.
 
COBRA 
 

Fonte 1: Portal 2012 
 


Por favor, respeitem todos os créditos
 
Arquivos em português:

 Atualização diária
publicado por achama às 21:14
A Luz está a revelar a Verdade, e esta libertar-nos-á! -Só é real o AMOR Incondicional. -Quando o Amor superar o amor pelo poder, o mundo conhecerá a Paz; Jimi Hendrix. -Somos almas a ter uma experiência humana!

mais sobre mim

Dezembro 2019

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. recentes

  • Thank you Mateo, It is fixed.
  • Thank you for reposting my article. However the or...
  • "Hoje é um homem de missão cumprida, engenheirão v...
  • Bacana esse post, vou compartilhar no facebook, cr...
  • O Sathya Sai Baba ainda está entre nós e vive na Í...
  • Olá, obrigado pelo comentário.Sempre que dermos ou...
  • Sempre que dermos ouvidos à voz que vem do coração...
  • Ola Manuel, muita luz para você ,é a primeira vez ...
  • fale alguma coisa,de mim sou poliana miguel
  • Você fala com anjos ,pede um deles mandar uma mens...
  • A "vida real" é uma ilusão Toda a matéria é formad...
  • Bom dia,reparámos que o seu blog faz uso de textos...
  • O Amor é tudo o que existe e na sua mais pura exên...
  • usando uma metafora descrevendo a vida real, e nao...
  • o odio deve-se à permissao do mal andar entre nós,...
  • Obrigado pelas suas palavras. Fiquei a conhecer po...
  • Adoro este artigo. Já tinha conhecimento do assunt...

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro