Benjamin Fulford - 20.01.2014

O desmantelamento da se acelera com expurgos no Banco do Vaticano, renuncias em massa, demissões em massa, etc.

Na semana passada, o Papa Francisco substituiu quatro dos cinco principais gerentes que supervisionam o Banco do Vaticano, em um movimento que enviou ondas de choque através da liderança pública de muitos países. De acordo com fontes, incluindo ex-chefes da CIA, provavelmente, na maioria dos países do mundo, quando se instala um novo líder e, que recebe a visita de um oficial cabala, como Henry Kissinger, que lhes dá uma conta bancária no Vaticano contendo uma enorme quantia em suborno. Então, ameaçam esses líderes que caso não aceitarem o suborno e as ordens da cabala serão assassinados, chutados de seus cargos por escândalos, ou que seu país será invadido por tropas norte-americanas. Por essa razão, uma mudança no topo do Banco do Vaticano é um sinal claro de que algo grande está desmoronando.
 
Também na semana passada foi anunciado que a rainha Elizabeth iria delegar tarefas para o príncipe Charles, bem como os príncipes William e Harry, iniciando uma “sucessão suave". Elizabeth seguiria assim a rainha Beatrix da Holanda e o rei da Bélgica, que nos últimos anos renunciaram de posições que tradicionalmente permanecem ao longo de suas vidas.  Disse uma fonte da família Rothschild que esta mudança geracional nessas famílias reais seria em função de uma preparação para uma mudança no topo do sistema financeiro.
 
Há também uma grande tempestade na China, onde um expurgo em massa é esperado para se iniciar em março, com a substituição completa de todos os secretários provinciais (governadores), todos os prefeitos e funcionários mais graduados, de acordo com um representante do governo chinês em Tóquio. Este expurgo está sendo dirigido por funcionários do governo central, muitos dos quais fugiram do país com suas famílias para evitar a poluição maciça que está sufocando muitas das grandes cidades da China. Representantes disseram que esse movimento está sendo feito numa tentativa de acabar com uma crise financeira causada por gastos excessivos e corrupção desenfreada no nível do governo local.
 
Outra coisa interessante foi que essas fontes disseram que o governo chinês estava planejando lançar uma religião de Estado, que combine elementos do Cristianismo, Confucionismo e Mohism. O objetivo seria melhorar os padrões morais na China e reforçar a coesão social, disseram.
 
Também algo está se formando na Coréia do Norte e os chineses não estão felizes com isso, disse uma autoridade. Ela disse que dois altos cargos norte-coreanos posicionados perto de China, foram executados na semana passada como parte dos expurgos verificados e das atuais ameaças contra Kim Jong Um.  Em resposta, a China organizou um exercício militar em grande escala, com mais de 100 mil soldados ao longo da fronteira com a Coreia do Norte. "A China agora vê a Coreia do Norte como um Estado inimigo”, disse.
 
Isto será seguido por um exercício militar conjunto dos EUA com a Coréia do Sul, também destinado a Coréia do Norte. Além disso, o astro de basquete Dennis Rodman foi preso e levado para interrogatório na semana passada, logo depois de voltar para os EUA após sua muito divulgada visita a Coréia do Norte. A história oficial é que ele teria ido para "um centro de reabilitação de alcoólatras não revelado".
 
 
Rodman teria ido visitar a Coreia do Norte como um representante pessoal de Barack Obama, segundo fontes norte-coreanas. Sem dúvida, seus "reabilitadores" tentarão descobrir o significado dessa mensagem.
 
Fontes norte-coreanas no Japão também disseram que o novo regime norte-coreano ameaçou atacar Xangai e Pequim com armas nucleares como parte de um jogo de poder para forçar a reunificação da península coreana.
 
Esta também pode ser a verdadeira razão pela qual, líderes do governo na China e Coreia do Sul estão dispostos a se reunir com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, que está intimamente ligado à Coréia do Norte, através de seus laços com a Igreja da Unificação.
 
A situação na Ásia, provavelmente, não irá se resolver até que a remoção do controle da cabala sobre o sistema financeiro baseado no dólar e no euro esteja concluída.
 
Com esta finalidade, dramáticas mudanças continuam no Oriente Médio, base de poder dos petrodólares dos EUA. O primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan expurgou da Turquia, casa original da máfia Sabatea, com grande sucesso. Removeu cerca de 350 policiais e 20 promotores e agora está expurgando Banqueiros e propagandistas de TV.
 
 
O Conselho de Cooperação do Golfo enviou também uma delegação à China na semana passada para negociar a rendição e nos disseram que foi para colocar um fim ao impasse com o Irã e a divisão entre xiitas e sunitas em geral. Em resposta, o mundo muçulmano convidou o Irã como "membro pleno" da Comissão Organizadora de 57 membros da Cooperação Islâmica (COI) "com base em Al Quds (Jerusalém [ie, Israel])
 
 
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, também irá em breve visitar o Irã, para ajudar a trazer a paz para a região. A mudança em curso do poder no Oriente Médio fora do controle da cabala, naturalmente, afetará Israel e os controladores do antigo sistema de petrodólares. Talvez por causa disso, a Sociedade Dragão Branco foi contatada na semana passada e perguntada se seria possível através do Canadá tornar líquido alguns fundos agora congelados. Este pedido coincidiu com o início de uma visita de quatro dias a Israel pelo escravo sionista primeiro-ministro canadense Stephen Harper.
 
A SDB está insistindo em um jubileu, numa redistribuição da propriedade obtida de forma fraudulenta e o início imediato de uma campanha maciça para acabar com a pobreza e parar com a destruição ambiental.
 
O outro movimento que está deixando nervosos os cabalistas é a investigação em curso do governo alemão sobre o que aconteceu com as 300 toneladas de ouro que foram depositadas no Federal Reserve Board. Até agora, só voltaram 5 toneladas e tentativas de intimidar a chanceler alemã, Ângela Merkel com uma surra na Suíça (de acordo com uma fonte da CIA), provavelmente seria contraproducente levar os alemães para a Organização de Cooperação de Xangai, fora do âmbito da OTAN.
 
Outra frente em que a cabala está sob grave ataque é com a exposição contínua de redes de pedofilia de elite no Reino Unido e no Vaticano. No Reino Unido, os políticos estão sendo investigados no escândalo cada vez maior onde se espera o envolvimento de Tony Blair e seus companheiros nazistas. No Vaticano, 400 padres já foram excomungados e expurgados por abuso continuo de crianças.
 
 
 
Os cabalistas estarão reunidos esta semana no Fórum Econômico Mundial de Davos, onde farão barulho sobre os perigos da desigualdade de renda. Ao fazerem isso, farão como Maria Antonieta na época da Revolução Francesa, que perguntou por que os camponeses não comiam brioches. Em outras palavras, não têm a menor ideia sobre o que realmente está acontecendo e sua súbita preocupação com os pobres veio a ser um pouco demasiado tarde.
 
Num sinal de que nem tudo está bem no fórum, na semana passada, Daniel Dal Bosco tentou entrar em contato com a família do Dragão na coleção de títulos históricos. Dal Bosco foi seguido de perto em 2009, depois que fugiu com títulos no valor de um bilhão de dólares da família do dragão, cuja trilha levou a um certo Giancarlo Bruno, chefe da divisão de serviços financeiros do Fórum de Davos. O fato desse contato ser novamente iniciando, só pode ser tomado como um sinal de desespero nos bastidores de Davos. A mensagem para Dal Bosco foi: 
 
"Você está sendo vigiado 24 horas / 7 dias por semana e pode ser capturado e preso a qualquer momento"

O mesmo será acontecerá com qualquer outro agente que tentar roubar bens que pertencem ao povo do mundo e não a cabala criminosa.
 
Outro sinal em andamento da perda de controle da cabala é a tendência "bola de neve" para legalizar a maconha. Agora que Colorado, o estado de Washington e o Uruguai se juntaram à Coreia do Norte ( eles nunca a tornaram ilegal, em um primeiro momento) na legalização da maconha, e fizeram sem enfrentar qualquer tipo de represálias, muitos outros países (Marrocos, na semana passada, por exemplo) vão aderir ao movimento. A perda de receitas das drogas ilegais, combinada com a perda de controle sobre o petróleo, devastará as finanças da cabala Sabatista. Viva la revolucion!
 
 
Fonte primária: http://benjaminfulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
 
Por favor respeite todos os créditos.
 
 
Mais artigos em português:
 
 Atualização diária
Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly * achama.islands.biz.tc/ * achama.webs.com  
publicado por achama às 00:41