A Cabala pode ser perdoada ? - Parte 1 de 2

A Unidade de Consciência

 Escrito por Wes Annac

 

 

As elites planetárias têm estado a dar os seus últimas pasos já há algum tempo, e enquanto elas são expostas e levadas à justiça divina, a humanidade terá a tarefa de perdoar as pessoas que nos oprimiram por séculos.

Eu acredito na justiça, porque eu reconheço que é um catalisador essencial para o establecimento da paz e da unidade. A cabala tem devastado o mundo durante séculos, e ela merece ser exposta e seus membros levados à justiça por seus crimes.

No entanto, penso que estamos destinados a ver além de nossas maneiras profundamente enraizadas de vingança movidos pela divisão, e isso só pode acontecer se tomarmos a decisão coletiva de perdoar os membros da cabala do que eles fizeram. Aprender a perdoar no sentido mais alto e perdoar a força mais maligna do planeta vai acelerar o nosso crescimento e fazer-nos capazes de perdoarmo-nos uns aos outros muito mais facilmente.

Graças às mensagens canalizadas, somos abençoados com grande quantidade de matéria sobre este assunto. Aqui, eu gostaria de examinar o que foi dito sobre perdoar a cabala e usar o perdão como uma ferramenta para promover o nosso crescimento evolutivo.

Eu aceito que alguns candidatos não ressoam com as mesagens canalizadas, mas acho que os canais genuínos transportam mais valor do que o crédito que lhes é dado. Estamos encorajados a utilizar o nosso discernimento e tomar apenas o que ressoa conosco (como em qualquer outra coisa), mas, para mim, uma entidade canalizada genuína e positiva é uma fonte útil de informação e energia.

Algumas fontes canalizadas falam sobre a cabala rotineiramente - expondo-a e incentivando o perdão ao mesmo tempo. Os nossos guias estão aqui para ajudar-nos a tomar consciência de que a nossa realidade foi cuidadosamente elaborada para manter-nos numa percepção elevada, mas também estamos aqui para nos lembrar sobre a importância do amor incondicional e do perdão.

Pode-se imaginar o que o perdoar a cabala vai fazer à humanidade? Eu acho que os nossos sentimentos nunca mais se vão machucar, e se o fossem, poderíamos perdoar imediatamente as outras pessoas. Vamos aprender a dominar as nossas emoções, e mesmo que não tenha sido esse o objetivo da cabala, ela inevitavelmente, nos ajudou.

O "Grande Guia Divino" através do canal Elizabeth Ayres Escher fala-nos sobre o papel dos poderes que foram inconscientemente concordados em desempenhar na nossa evolução, começando com a afirmação de que todos nós somos mestres que estão a praticaa as próprias habilidades.

"Vocês são todos mestres . Cada um de vocês, tanto aqueles que desempenham os papéis sombrios como aqueles que desempenham os ilumonados; sois todos mestres extraordinários. Há muitos que nos condenariam e ao nosso escriba por dizer isso, mas às vezes aqueles que agem como vilões nessa vida ... são os maiores mestres." (1)

Quer percebamos ou não, nós aprendemos muito com a tirania da cabala. Ela está a oferecer o espelho do que poderia acontecer à humanidade, se cedêssemos às trevas e sucumbíssemos às piores qualidades de destruir a alma para sempre, e o ter testemunhado os resultados da queda dela, a maioria dos buscadores tornam questão de enraizar-se na luz.

Então foi-nos dito para escolhermos os papéis que atualmente estamos a representar, antes de nos encaminharmos para a Terra.

"Nas dimensões superiores , cada um de vós escolheu os papéis que iriam representar e como regressariam, mesmo que apenas por um curto período de tempo, as representaçõe desses papéis, oferecem como resultado oportunidades de crescimento. Não existem 'inimigos' neste mundo , só os professores , só o grande coletivo da humanidade, como uma entidade." (2)

Somos consciência que está dividida em faíscas-de-deus individualizadas , e estamos destinados a ensinarmo-nos uns aos outros com o crescer da nossa consciência. O nosso crescimento é baseado nas nossas ações e o que podemos aprender com os que nos rodeiam, e, neste caso, a cabala proporciona o espelho da nossa negatividade coletiva e, assim como, mostrando-nos o que acontece quando isso é levado longe demais.

Como nos é dito abaixo, perdendo a necessidade de julgar ou condenar os outros é um resultado inevitável de nossa evolução.

"À medida que cada um de vocês, especialmente os trabalhadores da luz, aqueles que são mais auto-conscientes do que a população em geral, com cada um de vocês se abrir para esta auto-consciência e começar a se reconectar com a Fonte do seu ser, vocês vão deixar de ter a necessidade de se auto condenar, seja a sua própria imagem ou a de outro ser humano."(3)

É muito fácil julgarmo-nos e aos outros, mas essa tendência vai desaparecer com o perder de controle que o ego teve sobre nós por milênios. Certos aspectos da mente orientada para a mínima sobrevivência foram necessários para a nossa permanência nas dimensṍes inferiores, mas agora, nós estamos prontos para incorporar um novo modo de vida que o ego vai inibir .

O julgamento será uma coisa do passado, quando aprendemos a amar e a aceitar os outros, mas atualmente, isso ainda é uma grande parte de nossa existência. Nós podemos mudar ao alterar os nossos próprios caminhos profundamente e, quando o fazemos, nós vamos permitir ao resto do mundo a se abrir para o que nós descobrimos .

Concluído na parte 2 amanhã.


Notas de rodapé:(1) "O Grande Diretor Divino : Seja Fiel ao Próprio UM", canalizado através de Elizabeth Ayres Escher ( Tazjima ) , 1, Junho de 2013, bluedragonjournal.com.(2) Loc . cit .(3) Loc . cit .


créditos da foto

Wes Annac | 2014 Março 17 | URL: http://wp.me/p1HU6Z-Ap

Tradução para achama.biz.ly por Manuelde: http://rayviolet.blogspot.com/2014/03/can-cabal-be-forgiven-part-12.html

Por favor, respeitem todos os créditos.
Mais artigos em português:
 Atualização diária
Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly * achama.islands.biz.tc/ * achama.webs.com  
publicado por achama às 06:28