Pensamento do Dia, 18 de Janeiro de 2015


  Sathya Sai Baba





O amor puro e desinteressado para com todos os seres vivos, considerando-os como personificações do Divino, sem expectativa de recompensa, é o único amor verdadeiro. 
 
O amor deve ser livre de desgostos, amigável e compassivo para com todos os seres (Adweshtā sarvabhūtānām maitraḥ karuñaivacha)! 
 
Qualquer que sejam as vicissitudes que se possa ter de enfrentar, quaisquer que sejam as tristezas pessoais e privações que alguém possa sofrer, o verdadeiro amor não deve ser afetado. 
 
Hoje, quando qualquer dificuldade surge ou quando algum problema surge, o amor se transforma em ódio. 
 
O verdadeiro amor é o doce fruto que brota da flor perfumada das boas ações. 
 
O Amor governa sem recorrer à espada. 
 
Ele protege sem leis. 
 
Assim como o lótus que floresce quando o Sol nasce, o coração do homem desabrocha quando o amor entra nele. 
 
Como o brilho da chama do fogo, como os raios do Sol, o Amor Divino é a qualidade natural presente em cada ser humano.
 


 
 
Canal Youtube: Sai Love 


publicado por achama às 21:40