A Chama da Ascensão

pesquisar

 
Sábado, 28 / 12 / 13

BÊNÇÃOS PARA O NOVO ANO – 2014.

BÊNÇÃOS PARA O NOVO ANO – 2014.

 

Mensagem de Julie Redstone

 

 

 

28 de Dezembro de 2014.

 


 

 


 

 

 

Amados.

 


 

À medida que o ano chega ao fim, vamos dar uma inspiração juntos, para que possamos atrair para nós mesmos, tudo o que foi manifestado durante o tempo de espera nos últimos anos, tudo o que permaneceu contraído, difícil ou insolúvel, e vamos nos preparar para uma expiração em que todas estas manifestações possam ser liberadas no novo ar, do novo ano.

 

 

 

 

Esta expiração nos trará a possibilidade de novos inícios em áreas onde nenhuma nova energia parecia estar disponível ou capaz de penetrar nos obstáculos que se apresentam. Isto nos trará a possibilidade de uma nova esperança no triunfo da Luz sobre a escuridão e a confiança sobre a desconfiança e a dúvida.

 

 

 

 

Pois a era da dúvida e da desconfiança foi muito aumentada pelo período de contração que muitos viveram nos últimos anos, não por culpa própria, mas somente por causa do equilíbrio das energias da luz e da escuridão na própria Terra. Agora, este equilíbrio irá mudar.

 

 

 

 

Este é o momento para o qual estamos nos encaminhando, e esta é a promessa de Deus aos filhos da Terra, que a partir das trevas, nova Luz irá irromper, e os seus raios resplandecerão como o sol do meio-dia em um mundo, de outra maneira, escuro.

 

 

 

 

Bênçãos e Amem

 

Julie Redstone

 

 

 

 

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 

 

Mais artigos da Julie em português: 
 

 

 Atualização diária

 

Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly * achama.islands.biz.tc/ * achama.webs.com  

 

 

Webstats4U - Free web site statistics

 

 

 

 EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media *   North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands  * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government  ** by Steve Beckow: , , , , , , , , , , , , , , ,   ES: LLAMA VIOLETA

publicado por achama às 20:58
Sábado, 14 / 12 / 13

UM FINAL PARA OS ADVERSÁRIOS E A CRIAÇÃO DA UNIDADE

Mensagem de Julie Redstone

13 de Dezembro de 2013.


Outras reflexões sobre o legado de Nelson Mandela e a responsabilidade dos pacificadores e dos buscadores da paz do mundo.


Vivemos em um mundo onde é comum ver os outros como amigos ou inimigos, e em que é comum acreditar que aqueles que são inimigos se opõem a nós de maneiras que devemos nos proteger. Esta perspectiva foi adquirida como resultado da história humana e das batalhas realizadas entre lados e pontos de vista opostos. Foi também adquirida pela perda simultânea da perspectiva em relação  à essência comum humana de todos os seres humanos que é a sua herança Divina.


Esta essência humana comum se refere à presença da alma dentro de cada um. Esta alma, que mantém os princípios Divinos do amor, da verdade e da sabedoria, existe nos amigos e nos adversários. Por mais que eles estejam ocultos, por mais rejeitados que possam ser os seus princípios, ela, no entanto, funciona como uma estrela guia para a qual todos os valores humanos tendem, e embora esta estrela guia possa ser descartada por alguns como impraticável ou inatingível neste momento, ela é a força condutora dentro das camadas mais profundas de cada coração e para a qual podemos nos dirigir se tivermos a vontade e a disposição de fazermos isto.

Nossos adversários têm a mesma essência humana/Divina que os nossos amigos. 


Podemos optar por vê-los como diferentes de nós, ou vê-los como evoluindo e aprendendo a sua própria maneira, de acordo com os mesmos princípios que governam o nosso próprio crescimento. A coragem que tivermos na manutenção desta crença, irá determinar se assumimos a posição histórica da auto-proteção e auto-defesa, ou se nos elevamos para um patamar de tentarmos determinar a busca comum pela paz, o amor e a harmonia que batem em cada coração humano e que é um resultado da presença da alma. Isto é verdade entre os indivíduos, e também entre as nações.


Liberar uma visão da oposição – de amigos de um lado e inimigos do outro – não é uma coisa fácil de fazer em um estado de separação do Divino. Aqui, parece não haver nenhuma garantia de que haja outra base sobre a qual se sustentar e de que um acordo maior possa ser criado. É somente quando a fonte Divina e a origem de tudo podem ser reconhecidos, que a verdade do princípio comum Divino que vive em tudo, pode ser apoiada, acreditada, procurada e colocada em prática.


O medo tem sido o princípio governante da humanidade na presença das diferenças, do medo e da auto-proteção, baseado em uma sensação de estar sozinho e uma crença de que somente a autodefesa poderia garantir a continuação da existência. No entanto, o medo é somente uma companhia inevitável em um mundo em que cada pessoa está sozinha, um mundo em que parece que há aqueles que são fundamentalmente diferentes de nós mesmos, não simplesmente em sua expressão, mas em seu ser. Esta visão do mundo não pode ser a base para a harmonia entre as nações, ou até mesmo entre os indivíduos.


Para lidarmos com o medo, devemos começar a partir da premissa da divindade comum. Devemos começar por estarmos dispostos a manter a possibilidade de que aqueles que se opõem a nós, resistem a nós, rejeitam-nos, ou que nos desejam mudar, não são diferentes de nós. É somente então que podemos começar a procurar, perseguir e encontrarmos aquilo que compartilhamos em comum. Temos medo de que tenhamos que desistir de muito ao buscarmos o compromisso. Temos medo de que as nossas próprias vidas ou escolhas, ou que os nossos filhos sejam expostos. E estes medos nos impedem de procurar a existência de atributos comuns. No entanto, na plenitude Divina que mantém todas as coisas e todos os seres, há uma forma em que todas as perspectivas podem ser mantidas em um todo maior que as unifica, e em que todos os pontos de vista podem ser reconciliados a um nível superior. Isto não é uma ilusão. É o pensamento Divino que corresponde à inteligência superior do universo.


Quando formos capazes de buscar este nível superior do bem comum, do princípio comum, as nações, bem como os indivíduos, não mais irão acreditar no valor da auto-proteção contra os inimigos, como um modo de vida que corresponde à verdade. Não mais iremos aceitar o medo como uma força motivadora. Neste momento, o caminho irá se abrir para novos atributos comuns a serem encontrados entre os adversários em todos os níveis, e os princípios do coração se tornarão os princípios através dos quais viverão homens e mulheres em todos os lugares. Este é o tempo para o qual a Terra está se dirigindo, e aqueles que são os pacificadores e buscadores da paz neste momento, seja nos relacionamentos pessoais, ou em uma maior escala, são os que abrirão o caminho.



Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 

Mais: http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Julie+Redstone

 

 

 Atualização diáriaWebstats4U - Free web site statistics

Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly
* achama.islands.biz.tc/ *

publicado por achama às 12:31
Terça-feira, 10 / 12 / 13

EU SOU VOCÊ – UMA NOVA CONSCIÊNCIA PARA A TERRA

EU SOU VOCÊ – UMA NOVA CONSCIÊNCIA PARA A TERRA

Mensagem de Julie Redstone

9 de Dezembro de 2013.
O texto abaixo foi escrito para colocar em primeiro plano a nova consciência espiritual que está destinada a curar a Terra e resolver o problema da mudança climática. – “Eu sou Você.”
Padrões climáticos estão mudando visivelmente em muitos lugares, nos últimos anos. Onde os invernos eram frios, eles estão mais quentes. Onde na Primavera havia chuva, está agora seco. Onde o calor do verão era controlável, novos recordes de calor estão sendo estabelecidos.
Há ainda debates, até nestes dias, a respeito do que são os “padrões climáticos normais”, e o que cruzou a linha para a irreversibilidade climática. Há debates, e há entre muitos ainda, uma sensação de que uma grave mudança climática está “bem  aí”. Em algum outro lugar. Isto, é claro, não é mais verdade para os muitos que experienciaram os desastres naturais e as tragédias pessoais, devido a padrões climáticos imprevisíveis e instáveis e os seus efeitos.
A nossa capacidade de negação não nos permite ver e saber o que está acontecendo, até quando o estamos experienciando. E, no entanto, podemos observar as tendências. Podemos ouvir e escutar a voz da Terra. E podemos saber quando as coisas estão diferentes. Sabemos, e muitas vezes não nos permitimos saber, pois o desejo pelo conforto nos leva a perguntar: ”Por que não aproveitarmos o clima mais quente quando ele está aqui? Por que não apreciarmos a chuva que cai em uma paisagem anteriormente seca? Por que não curtirmos os dias ensolarados que  são mais frequentes em um céu nublado normalmente?”
Há uma resposta a estas questões que é mais ampla do que as outras. Uma resposta que fala destas mudanças. É que “Eu sou Você”. Para cada pássaro que canta no quintal quando a Primavera chega mais cedo, alguém, em algum lugar, está perdendo os seus meios de subsistência, porque os peixes estão desaparecendo. Para cada gota de chuva que resfria uma terra que esteve caracteristicamente seca em um momento particular do ano, alguns recifes no fundo do oceano estão perdendo os seus habitantes. Para cada sorriso de cada banhista que se senta ao ar livre, em um dia quente de inverno, completamente imerso na luz do sol, alguém, em algum lugar, está reunindo os seus pertences e se mudando para outra cidade, ou município, porque não há mais trabalho que o mar uma vez proporcionou. Isto é especialmente verdadeiro em aldeias costeiras, em locais como Timor, Nova Guiné e em outros lugares.
Não sabemos quantas vidas estão sendo afetadas pelas mudanças climáticas, devido ao aquecimento global. Não sabemos quantas noites de ansiedade estão sendo gastas, imaginando como fornecer o alimento para uma família, agora que o peixe,  os caranguejos,  os mexilhões, ou as algas não mais estão prosperando em colônias. Sabemos apenas que temos uma escolha se vamos aproveitar o calor, o sol, a chuva para nós mesmos, ou se sentimos o impacto na Terra e em seu povo – em nosso povo – o impacto do que está acontecendo.
Quando alguém diz nos climas do norte: “É apenas meados de Março e os pássaros estão cantando.”, referindo-se a um lugar onde isto normalmente não ocorre, até, pelo menos, um mês depois. Lembrem-se: É necessário apenas um aumento de um grau centígrado para que toda uma espécie seja varrida da face da Terra, porque o seu habitat e as relações da cadeia alimentar existente, terão mudado, devido a esta mudança de um grau. Lembrem-se: “Eu sou Você.” Um grau pode significar a diferença entre a sobrevivência e a não sobrevivência para uma família de quatro pessoas na terra que costumava produzir o suficiente porque o solo era bem nutrido, o que agora já não ocorre, porque os microorganismos necessários para a produção dos alimentos não estão presentes em abundância.
EU SOU VOCÊ. EU SOU SEMPRE VOCÊ. EU SOU ETERNAMENTE VOCÊ. Não há nada que me aconteça que possa estar separado de quem Você é e de como Você é. À medida que a Terra muda, eu sou parte das mudanças da Terra. Eu sou a sua dor, agora, enquanto ela se esforça para se curar. Eu sou a sua renovação, enquanto ela absorve a nova luz que nela entrou para restaurar o que foi danificado e trazê-la a um estado de saúde e de brilho que antes não existia. Eu continuarei a ser a Terra mais tarde, quando as pessoas compreenderem que EU SOU VOCÊ se aplica à Terra também.
Quando alguém lhes perguntar, ou se vocês se perguntarem sobre o Processo da Ascensão, ou o que é a consciência da quinta dimensão, ou o que irá acontecer no futuro, aponte-as na direção do “EU SOU VOCÊ”. É a consciência nova e sagrada que está chegando até nós. Está chegando para todas as pessoas, em todos os lugares, e de forma mais dolorosa, estará chegando, não muito em breve, às margens daquelas ilhas já em perigo de extinção, cuja própria sobrevivência depende de nossa vontade de aceitar esta consciência.
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br



 Atualização diáriaWebstats4U - Free web site statistics

Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly
* achama.islands.biz.tc/ *

publicado por achama às 10:34
Sábado, 31 / 08 / 13

UM CHAMADO AO AMOR E À UNIDADE - Julie Redstone, 29 de Agosto de 2013

UM CHAMADO AO AMOR E À UNIDADE

Mensagem de Julie Redstone

 

29 de Agosto de 2013.


No qüinquagésimo aniversário da Marcha sobre Washington no interesse dos direitos civis, sob a liderança de Martin Luther King Jr., e na sombra da grande multidão de almas fervorosas que se uniram naquele dia para dar o testemunho do seu compromisso à igualdade entre as raças, nós, hoje, somos chamados a estender este compromisso e igualmente darmos testemunho.

Há, hoje, legados das velhas divisões raciais que ainda impedem que prevaleça a plena igualdade entre negros e brancos, nos Estados Unidos. Sabemos disto, pois estamos todos sintonizados em um  grau ou outro com os aspectos sutis e não tão sutis da discriminação racial que ainda existe.

No entanto, há questões mais profundas que estamos sendo chamados a enfrentar hoje, questões mais profundas e amplas, pois o caminho para a igualdade racial é construído na igualdade de educação, de renda, de emprego, habitação, assistência médica e justiça perante a lei, e estas não podem apenas serem alcançadas através de leis que se referem à discriminação. Fizemos isto e estamos ainda no processo de fazer isto. A verdadeira igualdade vem de uma consciência que não vê os outros diferentes de si mesmo, e que não criam, a partir desta percepção de diferenças, um limite em torno de quem pode se aproximar e quem deve ficar distante.

Se nós estamos discutindo raça ou classe, deficiência física ou limitação mental, envelhecimento ou qualquer classe de atributos que faz com que nos sintamos diferentes de outros – são nos precisos detalhes de nossa experiência de diversidade que nos tornamos vulneráveis a não estarmos mais conectados a nossa humanidade comum como filhos de Deus, e é nesta percepção de diversidade que o medo, a rejeição, os estereótipos e os preconceitos podem surgir.

Precisamosnos libertar destes sentimentos de diversidades onde quer que eles ocorram e por qualquer motivo. Precisamos ser capazes de olhar para estes fisicamente diferentes de nós, mentalmente diferentes de nós, aqueles que mantêm crenças que nos chocam ou nos desanimam, mesmo aqueles que podem expressar o ódio em direção a nós, com a igualdade da similaridade que pertence a todos os filhos de Deus. Não precisamos tolerar o comportamento daqueles que nos magoaram, e podemos nos proteger de tais injustiças, mas onde quer que um ser humano respire, viva e tenha um batimento cardíaco, a este ser deve ser concedido o mesmo amor e respeito que daríamos aos membros de nossa própria família.

Isto pode parecer uma tarefa assustadora. E, no entanto, a compreensão de que somos todos da descendência comum do Criador de tudo, precisa nos conduzir a uma percepção de que podemos e devemos conseguir viver de acordo com as nossas preferências e desafeições pessoais. Devemos ultrapassar o limite que temos mantido ao redor dos nossos corações, por medo ou inconsciência, um limite que somente permitiria alguns, mas que afastaria outros. Hoje, é este limite que está sendo eliminado pela expansão da luz em nossos corações, e é este limite que, uma vez desintegrado através do poder do amor, irá permitir que todos os seres humanos vivam como um só.

Mas, primeiro, temos que estar dispostos a ir além do “gosto’ e “desgosto” na relação com determinados indivíduos, qualidades, sistemas de crenças e todas as outras características que nos levam a nos afastarmos dos outros. Devemos sacrificar o nosso apego as nossas próprias crenças como uma maneira de julgar outros, e em vez disto, aceitarmos cada um, além de qualquer crença ou qualidade pessoal de expressão.

Esta mudança em nossa disposição de apagar os limites ao redor dos nossos corações, de não mais dar poder ao medo e à rejeição com base em nosso senso histórico de diversidades dos outros, permitirá, mais do que qualquer outra coisa, que estas práticas e diretrizes que ocorrem no nível exterior, possam criar uma sociedade justa de homens e mulheres iguais, que possam respirar livremente, à luz do nosso amor.

Esta é a sociedade que cada coração anseia, mesmo sob o rancor e o medo externos que possam manter. Pois cada coração busca a paz. Cada ser procura ser capaz de viver livremente e ser reconhecido pela contribuição que ele possa fazer ao mundo. Cada um busca o respeito que é o seu direito inerente.

Hoje, vamos prometer seguir os passos daqueles que caminharam alegre e corajosamente na grande multidão que se reuniu em Washington, há 50 anos, e vamos dar o próximo passo para continuarmos esta profunda e sagrada missão que está agora incorporada em nossa história coletiva.

Que Deus abençoe este esforço e este espírito empreendedor no interesse da unidade. Que os corações de todos que buscam os laços que existem entre todos, que no amor e em Deus, a unidade de uma sociedade de almas possa ser estabelecida na Terra. Todas as bênçãos da luz para aqueles que vivem com os corações de amor, à luz destes sagrados princípios. Amem.

 

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 Atualização diária

Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly
* achama.islands.biz.tc/ * Israel ou Cazária!?

 

 

Webstats4U - Free web site statistics

publicado por achama às 09:31
Terça-feira, 27 / 08 / 13

UM TEMPO DE TRANSIÇÃO - Mensagem de Julie Redstone

UM TEMPO DE TRANSIÇÃO

Mensagem de Julie Redstone

26 de Agosto de 2013.

A assinatura do que iria se opor à luz e ao amor hoje, não é apenas um conflito, mas o conflito entre irmãos. É a força da desunião expressando-se como hostilidade e medo entre aqueles que são semelhantes ao outro.
Ao olharmos ao redor do mundo, observando o conflito em muitos lugares, buscar a esperança em nossos próprios corações e desejar difundir a paz através de nossa própria paz, é isto que deve ser entendido. A luz que busca se expandir no mundo deve primeiro passar por um período em que ela se separa e torna consciente aquilo que não é luz. Não se pode unificar tudo no domínio da paz e do amor, sem primeiro remover o que é diferente de si mesmo, e não se pode remover o que é diferente de si mesmo sem que esta diferença se torne consciente de uma forma que não tenha sido possível antes.
Houve guerras e conflitos no cenário mundial que trouxe extrema dificuldade e tragédia para muitos. Isto tem sido verdade ao longo da história humana. No entanto, a assinatura do que se oporia à luz e ao amor hoje, não é apenas um conflito, mas o conflito entre irmãos. É a força da desunião, expressando-se como hostilidade e medo entre aqueles que são semelhantes entre si – cidadãos de uma nação, membros da mesma fé, vizinhos dentro de uma mesmacomunidade.
É o uso de armas que simboliza a reação estridente das trevas contra a expansão da luz, que cria o sentimento de hostilidade, que polariza corações e mentes, de modo que nenhum sentimento de união pareça possível ou até mesmo desejável. Esta inimizade então leva à projeção do medo no “outro”, e a violência que se segue é um resultado desta projeção.
Vimos esta força de desunião e de sectarismo em uma variedade de situações agora, todas as quais estão relacionadas umas com as outras: Turquia, Brasil, Síria, Egito. Nestes locais, vimos protestos civis cujos objetivos eram inicialmente pacíficos, transformarem-se em algo que se tornou violento, por causa da oposição que estes protestos produziram. No Brasil, a adesão do governo a algumas exigências dos manifestantes parece ter acalmado a situação. Mas, em outros lugares, e mais ainda hoje na Síria, a força do medo que leva à projeção e ao ódio, já tomou as vidas de dezenas de milhares, com milhões deslocados de suas casas e meios de subsistência.
Amados, estas situações, embora diferentes em muitos aspectos, não são diferentes em termos de energia. A energia do partidarismo que estimula a polarização em uma sociedade, de modo que pareça que não há caminho de volta para se tornar um povo – esta energia está em ascensão. E é devido ao estágio que estamos da separação da luz das trevas e do coração do seu próprio amor e da humanidade, que estamos testemunhando estes efeitos atuais.
A força contrária a este fenômeno é e sempre foi, a disposição das pessoas em todos os lugares – em suas próprias vidas individuais– de seguir o princípio do amor acima do medo. Pois o princípio do amor que valoriza a união, a compaixão e o respeito por todos, permite que aqueles cujos pontos de vista pareçam irreconciliáveis, que encontrem um meio de aproximação. No entanto, há forças operando que parecem hoje ser opostas ao amor, e elas devem ser neutralizadas por aquilo, dentro de nós, que não irá ceder a estas forças.
A esperança para o mundo deve estar baseada na compreensão de que o que parece ser uma invasão das trevas está ocorrendo por causa da expansão subjacente da luz e pelo maior desejo das pessoas em toda parte de expressar a verdade sagrada de quem elas são. É esta expansão da verdade, provocada pela luz, que é a força operante aqui, e embora a escuridão possa ocultar isto por algum tempo, fazendo-a parecer que não está presente sob qualquer condição, é a luz que é o agente da mudança para os indivíduos e para o mundo.
Preces do coração para o sofrimento do mundo e por aqueles em conflito, são uma forma de ajudar na atual situação. Viver de acordo com os princípios da luz e do amor e manter um ponto âncora em si mesmo, de modo que as motivações que não sejam cheias de luz, não sejam colocadas em prática, é também importante. Pois o que é individual é também coletivo, e não há um ser humano que não tenha uma influência no todo. Isto deve ser lembrado quando sentirem que são apenas uma pessoa.
Este período de conflitos pode continuar por algum tempo. No entanto, aqueles que estiverem abertos, mesmo no meio disto, perceberão que os seus próprios corações estão  alcançando mais amor, aceitando mais a Deus, cuidando mais dos outros e da Terra. Pois a luz de Deus está fazendo o seu trabalho em cada coração, e embora os efeitos disto possam não ser ainda visíveis no cenário mundial, eles são frequentemente visíveis no próprio coração e nos anseios que têm cada vez mais, um espaço na consciência.
Que este tempo de transição para a Terra e para todas as almas que nela habitam seja abençoado.
Que todos possam ser abençoados na luz de Deus.
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 Atualização diária

Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly
* achama.islands.biz.tc/ *

publicado por achama às 08:25
Quinta-feira, 08 / 08 / 13

A PALAVRA SAGRADA - Julie Redstone - 7 de Agosto de 2013.

A PALAVRA SAGRADA

Mensagem de Julie Redstone

 

7 de Agosto de 2013.

 
Amados, uma grande mudança chegou à Terra. Ela está implantada no núcleo essencial da matéria física que existe na Terra e que dá origem a toda a vida que é conhecida pelos habitantes da Terra.

Este núcleo sagrado, ao longo de milênios, esteve sujeito à inconsciência e à escuridão que se produziram em todos os habitantes da Terra. Ela esteve consciente desta escuridão, sentiu-a e a manteve dentro de si.

Agora, entretanto, a Palavra Sagrada de Deus entrou no núcleo da Terra, de uma maneira inteiramente nova, o que foi profetizado há muito tempo e que está sendo concluído agora. É, em essência, a manifestação da Presença de Deus na Terra, e isto dará origem a todas as mudanças que a humanidade irá testemunhar em sua atual evolução acelerada no próximo estágio de seu desenvolvimento.

Todos os que esperaram por tanto tempo por  esta nova chegada, precisam saber que a sua espera não foi em vão. Todos os que sofreram com a dor de desejos não materializados, precisam saber que a chegada da sagrada Palavra na Terra, deverá, à medida que progredir, promover a união com o núcleo da Terra, produzir uma nova Terra que não foi possível antes.
Onde houve lágrimas de desespero, haverá esperança. Onde houve mágoas, haverá um sentimento de admiração diante da nova unidade com tudo o que existe, o que deverá surgir do centro da Terra, sendo movido para um novo nível de ser e de manifestação de luz.

Todos os que esperaram por tanto tempo devem agora se alinhar  com esperança e confiança, deixando de lado todas as dúvidas que o que eles desejaram irá ocorrer, pois as forças das trevas encontram abrigo e prosperam na presença da dúvida, do desespero e da falta de esperança. Elas prosperam no lugar da dor que dá origem à vulnerabilidade, para perder a confiança no imperativo Divino que ordenou que este planeta se tornasse um planeta sagrado de Luz.

Preservem a sua consciência de modo que ela retenha a chama da esperança e da confiança dentro dela e afaste tudo o que não seja isto. Protejam o seu coração, para que ele confie no amor Daquele que mantém tudo dentro de Si. Pois vocês vieram à Terra neste momento para dar testemunho do nascimento da sagrada Terra em um planeta sagrado de Luz, e um passo novo e irreversível foi dado para tornar isto possível e manifestar a glória de Deus na Terra.

Todas as bênçãos pela coragem, a perseverança, a esperança e a fé que vocês manifestaram neste tempo de espera. Que todos sejam abençoados na Luz de Deus.


Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 Atualização diária
PORTUGUÊS

Se gostou! Por favor  RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly
  ~ achama.islands.biz.tc/

publicado por achama às 06:34
A Luz está a revelar a Verdade, e esta libertar-nos-á! -Só é real o AMOR Incondicional. -Quando o Amor superar o amor pelo poder, o mundo conhecerá a Paz; Jimi Hendrix. -Somos almas a ter uma experiência humana!

mais sobre mim

Junho 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
26
27
28
29
30

últ. recentes

  • "Hoje é um homem de missão cumprida, engenheirão v...
  • Bacana esse post, vou compartilhar no facebook, cr...
  • O Sathya Sai Baba ainda está entre nós e vive na Í...
  • Olá, obrigado pelo comentário.Sempre que dermos ou...
  • Sempre que dermos ouvidos à voz que vem do coração...
  • Ola Manuel, muita luz para você ,é a primeira vez ...
  • fale alguma coisa,de mim sou poliana miguel
  • Você fala com anjos ,pede um deles mandar uma mens...
  • A "vida real" é uma ilusão Toda a matéria é formad...
  • Bom dia,reparámos que o seu blog faz uso de textos...
  • O Amor é tudo o que existe e na sua mais pura exên...
  • usando uma metafora descrevendo a vida real, e nao...
  • o odio deve-se à permissao do mal andar entre nós,...
  • Obrigado pelas suas palavras. Fiquei a conhecer po...
  • Adoro este artigo. Já tinha conhecimento do assunt...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro